Filho do coração

Compartilhe com seus amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


Filho do coração. Isto existe?

Ao dizermos ao filho adotivo que ele é filho do coração estaremos usando um símbolo que nem sempre será entendido por ele.

Todas crianças nascem de um útero e “eu sou diferente : nasci do coração”. A expressão, que sabemos ser cercada de amor e afetividade, estará  gerando confusão na sua cabecinha.

Talvez esta expressão nasceu devido alguma dificuldade dos pais que não sabiam como explicar para o filho a sua adoção. E se espalhou.

A criança não tem a nossa compreensão e isso leva à uma falsa revelação de sua origem.

O nosso filho adotivo quer ser igual aos outros, ser normal. O uso desta fala em vez ajudar só gera dúvidas pois o olhar de espanto dos amiguinhos escolares e outros, mostrará a irregularidade da situação.

Talvez por isso há tantos relatos de crianças,  filhos que passaram pelo processo adotivo, desejam simular um nascimento “ da barriga”.

Assim, se os pais desejarem, acham romântico o uso desta forma de falar que o façam explicando adequadamente que o  nosso órgão propulsor da circulação é usado para representar afeto e que na realidade não tem a forma  dos desenhos de coração que sempre vemos.

Nisso tudo concluímos que é importante dialogar com o filho explicando o fato  dentro do nível de sua compreensão e maturidade.

Boa Sorte no seu diálogo com seu filho!



Compartilhe com seus amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *